Mulher solicitando acesso por interfone

Qual a diferença entre portaria virtual e portaria remota?

Qual a diferença entre portaria virtual e portaria remota?

Um condomínio possui várias partes importantes para seu pleno funcionamento, uma delas é a portaria. A forma mais tradicional de portaria em prédio é aquela em que há um funcionário presencial na guarita para realizar os atendimentos.

Porém, sabemos que esse tipo de portaria pode apresentar falhas nos processos e que novos conceitos nesse serviço têm surgido. A tecnologia trouxe mais praticidade ao dia a dia das pessoas, logo, isso também pode ser implementado nas portarias.

E é o que já acontece nas portarias virtuais e portarias remotas. Por isso, vamos conhecer um pouco sobre a diferença entre esses dois tipos de portaria e entender qual melhor se encaixa no seu condomínio. Boa leitura!

Portaria virtual x Portaria remota

É comum que as pessoas confundam a portaria virtual com a portaria remota, por conta da semelhança dos termos, pode-se causar dúvidas.

De fato, os serviços possuem alguns pontos em comum, mas é importante saber diferenciar esses dois tipos de portaria, afinal é preciso escolher com cuidado qual o sistema que se encaixa melhor no seu condomínio.

Então, a seguir vamos falar um pouco sobre as características, vantagens e desvantagens desses serviços de portaria.

Qual a principal diferença entre a portaria virtual e a portaria remota?

Uma das principais características que diferencia os dois tipos de portaria é a forma que acontece os processos, isso é um ponto essencial para os gestores de condomínio.

Na portaria virtual, o atendimento é feito diretamente entre o visitante e o morador do apartamento, por meio do interfone. Ou seja, não há uma interferência profissional no processo.

Enquanto isso, o atendimento na portaria remota acontece por meio de uma central de monitoramento, essa central fica disponível 24 horas para realizar os contatos entre os visitantes ou prestadores de serviço e os moradores do condomínio.

Desvantagens da portaria virtual

A diferença citada anteriormente entre a portaria virtual e a portaria remota, que é a questão do atendimento ser feito sem um monitoramento profissional, traz desvantagens para os moradores e também para os síndicos e gestores do condomínio.

O primeiro grande problema é que esse sistema traz vulnerabilidade ao prédio, causando assim falta de segurança a todos. Isso porque, sem um monitoramento correto e controle de acessos, bandidos podem facilmente invadir o condomínio.

Outro ponto negativo é que como os processos são feitos diretamente pelos moradores e visitantes, em casos de falta de energia ou de internet, as pessoas ficam sem poder se comunicar até que as falhas sejam resolvidas.

Além disso, caso o morador não esteja em casa para autorizar o visitante ou prestador de serviço entrar no prédio, esses acabam tendo que retornar em outro momento.

Vantagens da portaria remota

Agora que você conheceu as desvantagens do serviço de portaria virtual, fica mais fácil de compreender por que a portaria remota vale mais a pena nesse sentido.

A portaria remota possui um sistema de funcionamento diferente da portaria virtual, com os processos mais seguros e monitorados por uma central de profissionais qualificados.

Para você conhecer melhor quais são os pontos positivos e mais vantajosos desse conceito em portaria, separamos as principais características. Confira quais são:

Central de atendimento 24 horas

Em um modelo de portaria tradicional, onde há um porteiro presencial no prédio, normalmente só há atendimento por parte desse funcionário no horário comercial, ou seja, nos outros momentos do dia não há um profissional ali para ajudar.

Já na portaria remota, isso não acontece. Nesse tipo de portaria a todo momento a central está disponível para fazer os atendimentos e o monitoramento necessário, mesmo fora do horário comercial.

Controle de acessos de visitantes

Outra grande vantagem da portaria remota em relação a portaria virtual é no que diz respeito ao controle de acessos de visitantes.

Nesse modelo remoto, há um registro de todos os visitantes e prestadores de serviço que acessaram o condomínio. Assim, garante-se mais segurança e tranquilidade aos moradores e aos gestores do prédio.

Informações como essas são muito importantes em casos de necessidade de interferência policial, por exemplo.

Suporte em casos de falta de energia

Sabemos que situações imprevisíveis podem acontecer, mas quando acontecem é importante que exista um sistema preparado para lidar com isso.

Na portaria remota, a central de monitoramento oferece suporte técnico em casos de falhas no portão do prédio ou no interfone, por exemplo. Além disso, os geradores de energia garantem o funcionamento em casos de queda.

Mais tecnologia e agilidade

As tecnologias surgiram para facilitar o dia a dia dos seres humanos, então por que não as utilizar?

A portaria remota traz em seus processos muito mais inovação e tecnologia, assim a rotina dos moradores e dos gestores do condomínio fica mais prática.

Por exemplo, o fato de que um morador pode autorizar o acesso de alguém ao seu apartamento sem precisar estar em casa, mas por um sistema de internet desenvolvido pela empresa de portaria remota.

Aplicativo de liberação de acessos
Aplicativo de liberação de acessos

Quanto custa a portaria remota?

O valor gasto com a implementação da portaria remota pode variar de acordo com a cidade que você mora e também com a empresa escolhida para o serviço.

Basicamente, os custos são referentes a equipamentos eletrônicos necessários para o atendimento a distância e para o monitoramento com segurança.

Embora seja preciso investir nessas instalações, a portaria remota permite economia ao condomínio, diminuindo gastos na folha de pagamento e podendo também diminuir a taxa paga pelos moradores.

Quais condomínios possibilitam portaria virtual ou portaria remota?

É preciso saber que nem todo condomínio pode implementar esses serviços, isso vai depender de alguns fatores como o tamanho e o perfil do condomínio.

Isso porque, no caso da portaria virtual, os moradores precisam estar dispostos a ter autonomia de realizar os atendimentos e condomínios maiores, que possuam mais de uma entrada, por exemplo, podem dificultar o funcionamento do sistema.

Já a portaria remota possui mais flexibilidade nesse sentido, mesmo assim, é mais indicada em condomínios de até 80 unidades.

O que realmente importa é que seu condomínio esteja seguro, os moradores estejam contentes e que o gestor possa focar seu trabalho nas suas funções com tranquilidade.

SAIBA MAIS SOBRE PORTARIA REMOTA

Comments are closed.