portaria remota tudo o que o sindico precisa saber

O que o Síndico precisa saber sobre a Portaria Remota

Entre os diversos tipos de moradia, os condomínios sempre foram a alternativa mais segura nas grandes cidades. Entretanto, com o aumento do índice de violência, cresceu também o número de assaltos e invasões, exigindo uma providência do síndico profissional.

O síndico profissional é o profissional mais importante na administração de um condomínio, assim como também é o responsável por moderar as políticas de convivência e ética do condomínio e, sobretudo, pelas medidas de segurança para manter os moradores tranquilos e seguros.

Ainda que ele opte pela terceirização de profissionais de portaria especializados e adote rodízios, isso pode não ser o bastante, pois é notável o nível de conhecimento de criminosos nas mais diversas técnicas e recursos de segurança, como câmeras e pontos de vigilância.

Esses criminosos se aproveitam principalmente das falhas no sistema de segurança e invadem os condomínios para realizar roubos, depredar o patrimônio, colocando em jogo a tranquilidade dos moradores.

Após longas pesquisas no sentido de encontrar soluções para resolver as constantes falhas nos sistemas de segurança, chegou-se a uma solução inovadora: a portaria remota, que consiste na presença virtual de porteiros no condomínio, com ótimas soluções integradas de segurança.

Também conhecida como portaria virtual, esta é a tendência do momento para essa modalidade residencial. Trata-se de um recurso de alta tecnologia que permite aumentar a segurança e alcançar uma redução significativa nos custos do condomínio.

Isso porque, esse tipo de portaria funciona de forma inteligente e semiautomática, sem necessidade da presença humana na entrada do prédio. Entretanto, é monitorada remotamente por técnicos em segurança qualificados e aptos a tomar a medida ideal em toda e qualquer situação.

Com o uso da alta tecnologia aliada ao sistema de câmeras e recursos de internet, os condôminos acessam o condomínio por meio de um dispositivo de identificação pessoal (TAG), biometria ou reconhecimento facial, dispensando a intervenção humana para sua liberação.

Já o acesso de veículos, que também conta com as vantagens tecnológicas, é liberado por um controle remoto identificado com dispositivo anticlonagem, o que impede aqueles que não estão cadastrados ou não são autorizados, com bloqueio de carona.

É dessa tecnologia que nasce o conceito de portaria inteligente ou condomínio inteligente, tão difundido entre condomínios de médio e alto padrão das grandes cidades, no entanto, compatível com todos os tipos de estabelecimentos, inclusive residenciais e comerciais.

Leia também:

4 erros graves de segurança cometidos pelo síndico profissional

A falta de conhecimento em gestão de segurança é um dos principais motivos que abrem brechas nos sistemas de segurança e leva a outros 4 erros graves que podem colocar em risco a integridade do condomínio e principalmente a sua credibilidade como síndico:

  1. Não fazer o planejamento da infraestrutura física de segurança: esse erro está atrelado principalmente à urgência de economia. Assim, portões, cercas, muros e a guaritas são aspectos básicos de segurança e não podem ser negligenciados;

A segurança nesses pontos deve estar inclusa desde o projeto de construção do condomínio. No caso de prédios antigos, é primordial realizar um estudo logístico e técnico para implementaras devidas medidas de segurança;

  1. Deixar de investir em segurança eletrônica: o investimento em câmeras é fundamental até mesmo em prédios que não contam com a portaria eletrônica, pois funcionam como suporte para os recursos humanos.

Além do investimento em equipamentos de acordo com a extensão e pontos estratégicos do condomínio, é essencial treinar a equipe de segurança para utilizar a tecnologia como aliada, sem mencionar a necessidade de manutenção frequente;

  1. Ignorar a importância da cobertura das áreas de risco: as áreas de risco no entorno do condomínio devem fazer parte do projeto de segurança, a fim de manter o condomínio blindado. O mapeamento desses pontos específicos é fundamental para a concretização de um projeto de segurança eficiente
  2. Desconsiderar procedimentos adequados de segurança: os procedimentos de segurança têm de fazer parte do Regulamento Interno do condomínio. A partir desse regulamento, deve ser realizada a conscientização e treinamento de moradores, colaboradores e porteiros.

3 razões para o síndico profissional trocar a portaria tradicional pela portaria virtual

Sem dúvida, uma das maiores preocupações de quem atua como síndico profissional é a segurança e a economia das contas do condomínio.

Um dos maiores erros cometidos pelo síndico profissional que coloca a segurança do condomínio em jogo tem a ver com essas duas preocupações, já que, preocupado em economizar, muitas vezes o síndico terceiriza a portaria com foco exclusivo nos custos.

Nesse contexto, aumentam-se as chances de contratar uma empresa de segurança despreparada que coloque em risco os moradores e o patrimônio, promovendo o resultado inverso aos benefícios que uma terceirização da segurança pode proporcionar.

A instalação de portaria virtual resolve instantaneamente esses dois problemas, além de evitar outros erros comuns praticados por síndicos, propiciando imediatamente 3 benefícios:

  • Aumento da segurança para o condomínio;
  • Redução no custo no valor da taxa condominial;
  • Reconhecimento (o síndico busca reconhecimento ao trazer benefícios ao condomínio);

Principais vantagens de implantar portaria virtual e ter um condomínio inteligente

De contratação própria ou terceirizada, a equipe de segurança gera custos significativos para o condomínio. Com a portaria virtual, os porteiros virtuais são substituídos por técnicos em segurança que atuam remotamente.

Além de realizar todas as funções típicas de um porteiro presencial, tais como abrir e fechar os portões de veículos e acessos de pedestres, a portaria à distância trabalha 24 horas por dia, todos os dias da semana, via câmeras e internet, zelando pela segurança do condomínio.

Como se já não bastasse, listamos outras principais vantagens para um síndico transformar seu prédio em um condomínio inteligente:

  • Entrada de pedestres e veículos autorizados fácil e rápida;
  • Controle de garagem anticlonagem;
  • Autorização de visitantes realizada remotamente via câmeras, com a permissão do morador;
  • Economia de até mil reais ao ano com folha de pagamento;
  • Eliminação de risco de passivo trabalhista;
  • Manutenção de todo o sistema de segurança inclusa na mensalidade estabelecida em contrato;
  • Melhoria na gestão do condomínio, com relatórios detalhados de ligações e acessos;
  • Disponibilidade de gravações de áudio e vídeo 24 horas;
  • Sistema de pânico silencioso;
  • Proteção perimetral;

Sempre à frente das inovações tecnológicas, a Folk Portaria Remota acredita que toda excelência de sua atuação se deve ao investimento em recursos humanizados. Por isso, alia os profissionais mais talentosos à tecnologia de ponta, resultando na excelência de serviço de portaria virtual.

Utilizando seus melhores recursos e alto investimento na qualificação de pessoas, foi possível à Folk Portaria Remota alcançar grande notoriedade entre as principais empresas do segmento, com referência em atendimento aliado à segurança, gerando mais economia e comodidade aos seus clientes.

Folk – Empresa de Portaria Remota (portaria virtual)

Para saber mais sobre o funcionamento da portaria remota, entre em contato com a sede da Folk Portaria Remota em Curitiba pelo telefone: 0800 020 8717

Ou confira mais detalhes na página inicial do nosso site.

Palavras-chave: empresa de portaria remota, empresa de portaria virtual, sindico e portaria remota, contratar serviços de portaria virtual, quanto custa a portaria remota, qual os valores da portaria virtual, portaria remota em Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Florianópolis, Criciúma, Ponta Grossa, Colombo, Londrina, Maringá, Guarapuava

Comments are closed.