condominio pode impedir aluguel via airbnb

O condomínio pode impedir o aluguel via Airbnb?

O condomínio pode impedir o aluguel via Airbnb?

O sistema de aluguel via airbnb para imóveis foi criado em 2008 por 3 jovens estudantes de design na cidade de São Francisco no estado americano da Califórnia.

Sem dinheiro para bancar o valor do aluguel do imóvel em que residiam, os jovens decidiram montar um site para anunciar o seu apartamento com toda infraestrutura montada para os interessados na região.

O objetivo era atrair designers que participavam de uma conferência na cidade na mesma época.

A ideia deu certo, não só pelo propósito em oferecer um local bacana a um preço convidativo, como também pela possibilidade de interagir com um público que tenha o mesmo perfil e busque as mesmas soluções.

Como funciona o aluguel via airbnb?

Presente no mercado brasileiro desde 2012,o Airbnb alcança cada vez mais adeptos na utilização desse serviço com base nessa plataforma digital.

locação de imóveis via airbnb no condominio

Todo sistema é amparado por uma rede social de compartilhamento onde milhares de anfitriões (os donos dos imóveis) anunciam seus locais para milhões de interessados em praticamente todo o mundo.

O sucesso do airbnb pode ser atribuído não só pelos baixos preços praticados, em comparação com a rede hoteleira tradicional, como também pela infraestrutura instalada nos espaços anunciados.

Além disso, a plataforma funciona ininterruptamente, 24 horas por dia, gerencia pagamentos, troca de mensagens e avaliações por parte de quem aluga e de quem oferta seus espaços.

Ela incentiva seus usuários a avaliarem os locais alugados, comentar e até notificar sobre possíveis problemas encontrados, aumentando ainda mais o engajamento e a segurança de todos participantes deste serviço.

 O que dizem as leis em vigor?

 O mercado imobiliário nacional se baseia principalmente na lei 8.245/1991, voltada a locações em caráter residencial. Através dela é possível regulamentar o aluguel de imóveis em duas situações distintas:

  • contratos de locação de até 30 meses (os mais comuns);
  • contratos de locação de até 90 dias (voltados principalmente para imóveis em temporadas de férias ou eventos).

O problema é que a modalidade de aluguel via airbnb pode ser caracterizada como turística e para ela existe outra lei específica, alei 11.771 de 2008, que trata justamente desses casos.

São nessas “confusões” de leis e normas que tanto proprietários, locadores, condomínios e prédios podem se ver em apuros na hora de responsabilizar qualquer um dos envolvidos, caso ocorra algum problema no serviço.

o que fazer em caso de acidente airbnb

Além disso, semelhanças entre o propósito hoteleiro da plataforma aliado às condições de locação dos imóveis (é possível alugar por períodos, dias ou meses) justificam ainda mais a modalidade turística do negócio.

Então o Airbnb pode ser caracterizado como um misto de hospedagem e locação?

Essa sempre foi uma questão que tanto o locatário (quem está pagando o aluguel) como locador (quem recebe o aluguel) precisa perceber, além é claro, do próprio condomínio.

O maior problema recai sobre a finalidade do contrato de aluguel.

Em condomínios residenciais isso se torna mais evidente, uma vez que a locação não pode ter fins de hospedagem para turismo, mas sim de moradia.

Mas e quando se trata de condomínios e prédios em cidades nitidamente turísticas como Rio de Janeiro, Blumenau ou Gramado?

Nesses casos, existe um verdadeiro impasse entre os moradores, síndicos e administradores; o aluguel via airbnb só pode ser permitido através de convenções condominiais ou até mesmo ações pleiteadas na justiça.

Vale ressaltar também que os proprietários, mesmo exercendo o direito de posse dos imóveis e da liberdade de locarem seus bens a quem desejarem, precisam acatar as normas determinadas pelos regimentos internos destes espaços.

Esses regimentos visam justamente garantir a ordem e segurança de todos os moradores (locadores ou não) que fazem parte do condomínio.

Os principais motivos que tornam o Airbnb um problema para qualquer condomínio

Fora toda essa confusão na hora de interpretar as leis por parte dos proprietários e síndicos, existem outros problemas a serem considerados a partir do instante da locação.

Enumeramos os 3 principais motivos que tornam o aluguel via airbnb um problema para qualquer condomínio:

  1. Falta de segurança contratual

Caso ocorra algum problema com o imóvel durante o período de locação, quem pode ser responsabilizado? Quem está alugando (por não estar ciente das condições) ou o locador, que não deixou claro a situação do imóvel?

E o condomínio, como fica nessa história? Será somente um agente passivo, conivente com toda situação?

O sistema pelo qual o espaço foi contratado, neste caso o Airbnb, também pode ser responsabilizado, uma vez que ele não realiza somente a função de ser um intermediário, ele pode responder por serviços maus prestados.

Toda essa confusão de atribuições, quando não resolvida e esclarecida, pode só ter fim na justiça comum, gerando mais dores de cabeça e prejuízos financeiros a todos.

  1. Falta de infraestrutura adequada para atender o público que opta por essa contratação

É consenso geral que a maioria das infraestruturas de condomínios residenciais, mesmo em regiões turísticas, não são projetadas para atender um grande fluxo de visitantes dentro de suas dependências.

Justamente porque o propósito desses lugares é garantir a tranquilidade de seus moradores e não fiscalizar e administrar o que os proprietários fazem com seus imóveis.

Sendo assim, não raro é possível presenciar funcionários sobrecarregados em suas tarefas de segurança, limpeza e conservação do espaço.

Pior ainda é a situação dos síndicos e administradores que precisam lidar com um público que desconhece o regimento interno e com os moradores (muitas vezes nervosos) tendo sua liberdade e paz afetadas. 

  1. Falta de segurança do condomínio e para seus moradores

Sem dúvida é o principal motivo de reclamações por parte dos moradores que não optam por essa modalidade de aluguel nos condomínios em que residem ou desfrutam de momentos de lazer.

Se a infraestrutura do local não for dimensionada para um grande fluxo de visitantes externos, a segurança será seriamente comprometida.

Não raro existem ocorrências de pequenos furtos, depredações, algazarras até altas horas da noite, desrespeitando as leis do silêncio e boa convivência internas.

Portaria Remota se mostra como solução mais segura e inteligente para Gestão de Condomínios

Mesmo com todos os problemas apontados o serviço de aluguel via airbnb está sendo utilizado por um número cada vez maior de usuários, graças a sua simplicidade de contratação e preços acessíveis.

E independente da aceitação ou não por parte dos síndicos, a tendência de compartilhamento de espaços veio para ficar.

Com isso é preciso melhorar a gestão e a eficiência dos condomínios, tornando-os autônomos e muito mais seguros.

As soluções oferecidas pela FOLK Portaria Remota vêm ao encontro de todas essas necessidades.

O sistema de Portaria Remota instalado em condomínios pela FOLK permite o controle e monitoramento de forma completa e segura de qualquer pessoa que entra e sai de suas dependências, 24 horas por dia.

Tanto moradores como síndicos têm à disposição uma tecnologia que permite liberar acessos, acompanhar o registro de qualquer visitante por uma central ou através de um aplicativo instalado no smartphone.

Além disso, o sistema de Portaria Remota da FOLK também pode ser instalado em caixas de correspondência, catracas, elevadores e estacionamentos, tornando o serviço sob medida, adequado às reais necessidades de cada condomínio.

A infraestrutura oferecida pela FOLK na parte da Portaria Remota garante uma efetiva redução de custos com maior segurança e transparência para todos os seus usuários, tornando a gestão do condomínio cada vez mais eficaz.

SAIBA MAIS SOBRE PORTARIA REMOTA

a importância do controle de câmeras no estacionamento do condomínio

A Importância do Controle de Câmeras no Estacionamento do Condomínio

O estacionamento do condomínio é um dos locais onde há mais preocupações quanto à segurança. Por isso, é importante dedicar atenção a este aspecto da gestão condominial. Quer saber mais sobre este tema?

Veja neste artigo que preparamos sobre o assunto a importância do controle de câmeras nesse local!

Os desafios da segurança do condomínio

A segurança nos limites de um condomínio é uma das principais preocupações, tanto de moradores quanto do síndico. E por se tratar de um tipo de propriedade que mescla ambientes privados e comuns, há um alto grau de complexidade na gestão desse tema.

Isso porque embora seja possível afirmar que todos os condôminos preocupam-se com a sua segurança, de seus familiares e de seu patrimônio, os custos envolvidos em um projeto para proteção das áreas comuns geralmente causam grandes debates.

No entanto, é muito importante notar que há determinados ambientes comuns em condomínios de todos os portes que não podem ter a segurança negligenciada. E um dos mais notáveis é justamente o estacionamento do condomínio.

A importância da segurança no estacionamento do condomínio

O estacionamento do condomínio é uma área que oferece uma ampla gama de riscos para os condôminos caso não seja bem monitorada. E isto se expressa tanto em nível pessoal quanto patrimonial.

Além dos riscos que envolvem danos aos veículos oriundos de acidentes, até aqueles que representam tentativas de intrusão e de roubo de pertences deixados no interior, há também as próprias tentativas de roubo de automóvel e até mesmo sequestro e assalto de pessoas.

a importância do monitoramento na garagem condominial

Nesse quesito, cabe destacar o quanto a população em geral se coloca em situações de risco por uma falsa sensação de segurança encontrada quando se está no interior de um veículo, especialmente se este estiver localizado em um estacionamento.

O descuido e a tranquilidade nessa ocasião abrem as portas para oportunistas cometerem assaltos, roubarem veículos e até mesmo penetrarem em área privada.

Este fenômeno é muito comum nos momentos de entrada e saída dos moradores dos limites do estacionamento do condomínio.

No entanto, coloca em grande risco não apenas o patrimônio de todos os moradores, mas também suas vidas e a dos funcionários da propriedade. Por estes motivos, implementar sistemas de segurança nesse setor é fundamental.

Cabe ao síndico frisar a importância de investir na proteção dessa área, detalhando os grandes riscos associados a ela.

Desta forma, é possível orientar os moradores quanto à priorização de diferentes aspectos do projeto de segurança do condomínio, aumentando a eficiência na resolução destes problemas.

O uso de câmeras em estacionamentos de condomínios

Um dos mais eficazes métodos, com o melhor custo-benefício, para aumentar a segurança em estacionamentos condominiais é a implementação de sistemas de câmeras. Eles têm um importante papel na inibição de ocorrências e contribui para a solução de eventuais incidentes.

Quando se opta pela instalação das câmeras, o investimento permite evitar que pessoas mal intencionadas cometam crimes ou atos de má fé no local, uma vez que elas sabem que podem ser identificadas. E por meio dos avanços nas tecnologias de segurança eletrônica, tal identificação tornou-se ainda mais eficiente.

Os sistemas de câmeras para estacionamentos já são compostos por equipamentos de alta resolução e providos de dispositivos de captação de imagens por infravermelho, permitindo visualização noturna. Assim, é fácil identificar rostos e placas de automóveis.

Vale destacar que para aumento da eficiência do sistema e do custo-benefício no investimento, optar por soluções monitoradas para controle em tempo integral é uma excelente opção.

Isto ocorre porque em muitos casos o mero registro em vídeo de uma ocorrência não soluciona os prejuízos. Caso não se consiga encontrar a pessoa envolvida no acontecimento, o registro não promove grandes benefícios.

Por isso, um sistema controlado remotamente garante mais segurança. Por meio do constante monitoramento, é possível visualizar eventuais incidentes em tempo real. Assim, há tempo para que se acione a polícia ou a administração do condomínio.

Controle de câmeras no estacionamento com Portaria Remota

O controle das câmeras constitui-se como um importante requisito na segurança condominial, principalmente no estacionamento. O controle evita ainda a circulação de pessoas não autorizadas e o dano aos bens materiais dos condôminos.

Neste cenário, a Portaria Remota apresenta-se como uma excelente solução para o condomínio, através de porteiros profissionais que atuam remotamente, validando toda a movimentação do condomínio 24 horas por dia, e entrando em contato com síndicos e moradores, sempre que for necessário.

Assim, a portaria remota oferece muitos benefícios significativos para o condomínio. Por esta razão, é recomendado para condomínios tanto horizontais quanto verticais, de todos os portes. E especialmente nos casos em que o acesso aos limites do estacionamento do condomínio seja facilitado.

A facilidade na entrada ocorre quando há concessão de acesso ao local para visitantes e nas edificações em que a estrutura física favoreça a entrada de estranhos. Nestas situações, contar com o controle das câmeras garante muito mais tranquilidade e segurança para todos.

Vale notar que, para que se possam obter todos esses benefícios, é imprescindível dispor do apoio de uma empresa especializada neste segmento.

O fornecedor da solução de monitoramento e câmeras para o condomínio deve contar com profissionais qualificados. Isso propicia a criação de um projeto de vídeo-segurança personalizado e desenvolvido sob medida para as necessidades do condomínio.

Ele deve considerar todos os detalhes da estrutura física, circulação, presença de pontos cegos, entre outros.

A empresa também deve trabalhar com equipamentos modernos e de boa qualidade. Esse fator é crucial para a obtenção de boas imagens e para a implantação de sistemas com métodos de acesso facilitado, via tablet e celular.

Essas tecnologias garantem a possibilidade de visualização das câmeras em tempo integral, necessitando apenas de uma conexão em banda larga com a rede local de internet. Para desfrutar de um sistema assim, os profissionais devem ser aptos a fazer a configuração de modo adequado.

Todos estes fatores contribuem para que o investimento seja bastante rentável e para que os condôminos se sintam seguros e confortáveis; além disso, a administração do condomínio é valorizada, pois está auxiliando na resolução de problemas entre moradores e com o síndico.

Por isso, é de grande relevância para os administradores buscarem por uma solução como essa, que tem por objetivo trazer segurança eficiente ao local, acompanhada por profissionais com grande expertise no segmento.

Gostou deste conteúdo e que saber mais sobre como aprimorar o controle de acesso e a segurança no seu condomínio? Entre em contato conosco e descubra as vantagens da portaria remota!

SAIBA MAIS SOBRE PORTARIA REMOTA

como a portaria remota ajuda no controle de estacionamento na garagem

Uso Indevido das Vagas de Garagem e Portaria Remota

O uso indevido de vagas de estacionamento é a causa de muita dor de cabeça e já rendeu até processos judiciais. Quer saber como resolver esse problema e evitar confusões e surpresas desagradáveis (como encontrar um carro estranho na sua vaga)? Então leia nosso artigo!

Imagine a seguinte situação: ao chegar cansado (a) de uma viagem tarde da noite, você entra na garagem do condomínio com seu carro e enquanto está dirigindo em direção à sua vaga de estacionamento percebe que há outro carro parado nela.

Por mais desgastante que esse problema possa parecer, é mais comum do que podemos imaginar e, não por acaso, as vagas de estacionamento e seu uso indevido são uma das principais causas de discussões e desentendimentos para síndicos e moradores de condomínios.

estacionando com maestria na garagem do condomínio

Se você já passou por isso ou conhece alguém que enfrentou este problema, sabe  como pode ser desgastante. Por isso, é preciso pensar em possíveis soluções para evitar que ele ocorra, e em alguns casos, punir os responsáveis em caso de recorrência.

Como solucionar o problema?

Cada edifício conta com seu próprio regimento interno, que deve estar disponível aos moradores e ser do conhecimento de todos. Ademais, é indispensável que ele também disponha das regras para uso da vaga de estacionamento dedicada a cada condômino.

E isso não é por acaso. Ocorre que a legislação brasileira dispõe de poucas leis e artigos voltados aos condomínios, que são entendidos como um ‘microcosmo’, ou seja, tem autonomia para elaborar suas próprias regras.

Assim, a legislação aborda questões mais gerais, como a restrição para fazer reformas que possam colocar a estrutura do prédio em risco, ao derrubar paredes e afetar colunas, por exemplo, mas não aspectos pontuais, como o uso das vagas de garagem.

Portanto, no que se refere às vagas, é importante que o regimento interno do condomínio seja claro e objetivo e aborde questões como:

  • O número de vagas disponíveis para cada morador;
  • Tamanhos ou tipos de veículos compatíveis com as vagas (em prédios mais antigos, é comum que a vaga de estacionamento não seja compatível com modelos grandes de carros, como os SUV);
  • Possíveis penalidades para quem estacionar indevidamente, como multas, taxas, utilização de trava-rodas, etc.;
  • A quem recorrer quando houver uso indevido das vagas, tais como o síndico ou zelador;
  • Formas de sanar a escassez de vagas caso o condomínio não as tenha em quantidade suficiente para suprir as necessidades dos condôminos e todos tenham direito a elas.

O último item citado é comum em edifícios mais antigos, que não possuem vagas suficientes para todos os moradores. Nesse caso, é preciso pensar em soluções alternativas, como criar convênios com estacionamentos próximos ou elaborar um sistema de rodízio.

Outras formas de preservar sua vaga de estacionamento

Você pode estar pensando “ok, o regimento interno é uma boa, mas não passa de um pedaço de papel que pode ou não ser respeitado. Como fazer para realmente preservar minha vaga de estacionamento?”.

como a portaria remota pode evitar o uso indevido de vaga na garagem de condomínio

Hoje, já é possível encontrar excelentes sistemas para pôr fim ao transtorno que é encontrar sua vaga ocupada por outra pessoa, por isso, vale a pena conhece-los e aplica-los no seu condomínio:

  • Câmeras de estacionamento

As câmeras não são apenas dispositivos usados para vigilância, mas também auxiliam no controle e organização das garagens de edifícios. Por meio delas, é possível identificar mais rapidamente quem estacionou indevidamente e quando isso foi feito.

Dessa forma, é possível aplicar as multas e punições previstas no regimento, afinal, as imagens gravadas são provas que justificam as punições.

Além disso, os profissionais que prestam o serviço de portaria em condomínio podem contatar imediatamente o morador para que ele retire o veículo estacionado indevidamente e, assim, evite problemas maiores;

  • Antena veicular

Muitas vezes o uso indevido da vaga de estacionamento não é praticado pelos moradores, mas por visitantes e estranhos que acessam o edifício e estacionam na garagem. Essa situação, além de perigosa, é difícil de solucionar, afinal como punir ou multar um não-morador?

Uma ótima solução é instalar antenas veiculares ou leitores de placas. Assim, apenas veículos cadastrados pela administradora junto à empresa de portaria para condomínio terão acesso à garagem e poderão estacionar: é mais segurança e organização para todos;

  • Softwares de validação de vagas

Ideal para ser usado em condomínios que não possuem vagas numeradas, ou seja, especificadas para cada apartamento, os softwares são capazes de validar as vagas disponíveis e apontar quais estão livres, o que evita esperas, longas voltas pela garagem e estresse.

Portaria Remota: tecnologia a serviço de todos

Como ficou claro, a tecnologia é uma aliada e deve ser aplicada para trazer soluções que evitam dores de cabeça e estresse aos moradores, síndicos e zeladores, por isso, vale a pena incorporá-las o quanto antes ao condomínio.

O mais indicado é optar por pelo menos dois dispositivos diferentes para ter melhores resultados, como softwares e câmeras ou antenas do tipo via fácil e softwares, além, é claro, de abordar sobre este tema no regimento interno de forma objetiva e direta.

A automatização dos estacionamentos já é uma realidade em grandes centros comerciais, os quais recebem enormes quantidades de veículos todos os dias, como shoppings e hipermercados, que contam com cancelas, sensores e autoatendimento.

Nos condomínios o processo é mais simples, uma vez que o número de usuários é previsto e apenas requer controle. Porém, se por um lado ele é mais simples, por outro deve ser altamente eficiente, pois a falta de controle pode pôr a vida e os bens dos moradores em risco.

Ademais, se engana quem imagina que prédios que contam com o serviço de portaria remota são mais vulneráveis, ao contrário, como eles possuem toda uma equipe que controla a entrada e saída de pessoas e veículos, e não apenas um porteiro, o que proporciona muito mais segurança.

Portaria Remota oferece serviços eficientes e sob medida para cada condomínio

Na Folk Portaria Remota é possível obter o serviço de portaria inteligente com contratos vantajosos ao condomínio e contar com tecnologia de ponta para usufruir mais organização, segurança e manter sua vaga de garagem à sua disposição, sem surpresas desagradáveis.

Além de instalar sistemas de câmera, antenas veiculares do tipo via fácil ou de leitura de placas e contar com softwares inteligentes e modernos, na Folk Portaria Remota todo o condomínio é monitorado 24 horas por uma equipe de profissionais.

Os moradores ainda têm acesso às câmeras de segurança, relatórios de entrada e saída de pessoas e veículos e acionam portas e portões por meio do aplicativo desenvolvido pela Folk Portaria Remota, muito mais tecnologia, segurança e informação na palma da mão.

E o melhor: a portaria remota é muito mais econômica do que a portaria convencional, podendo reduzir a taxa condominial em até 50%!

portaria remota economia

Portaria Remota: economia de até R$ 100 mil ao ano para o condomínio!

 

SAIBA MAIS SOBRE PORTARIA REMOTA

portaria remota quais são os tipos de links de comunicação utilizados

Tipos de Links de Comunicação na Portaria Remota

Para garantir o perfeito funcionamento da portaria remota é preciso contar com links de comunicação modernos e rápidos, além de prever possíveis falhas, como falta de energia ou de internet. Saiba mais sobre assunto no artigo que preparamos para você.

A portaria remota é a solução para reduzir gastos relacionados às folhas de pagamento, que representam boa parte do valor custeado pelos moradores de condomínios. Além disso, a portaria eletrônica garante muito mais segurança e é fácil entender o porquê.

Em modelos tradicionais de portaria, ou seja, com funcionários que atuam presencialmente, a guarita fica muitas vezes abandonada por diferentes razões, como quando o porteiro se ausenta para ajudar um morador ou vai ao banheiro.

Outro dado assustador está relacionado ao período noturno, pois já foi comprovado que muitos colaboradores terminam por dormir em serviço e com isso comprometem a segurança do condomínio e o deixam vulnerável.

Assim, a portaria inteligente (ou remota) traz soluções inovadoras para pôr fim a estes problemas e falhas, uma vez que, ao invés de um único colaborador, a entrada e saída de moradores, visitantes e entrega de produtos é monitorada por uma equipe de profissionais.

Estes profissionais ficam alocados não no condomínio, mas numa central e atuam 24 horas por dia, sete dias por semana para garantir a segurança do edifício, dos condôminos e de seus bens, como os veículos estacionados na garagem.

Porém, muitas pessoas têm dúvidas sobre os links de comunicação utilizados para conectar o condomínio e a central, além dos planos de ação em situações emergenciais, como em quedas de energia ou falta de internet.

Afinal, essas situações podem colocar a segurança dos moradores em risco e comprometer a disponibilização dos serviços da portaria inteligente? Para sanar essas e outras questões, continue lendo o artigo que preparamos especialmente sobre esse assunto.

A internet e suas novas possibilidades

Para compreender a eficácia da portaria remota é preciso ter em mente que com o avanço da internet, dos servidores e do constante aumento da velocidade na transmissão de dados muitos serviços e atividades antes consideradas impossíveis já são uma realidade.

Assim, por meio da internet é possível controlar máquinas à distância, conectar pessoas, armazenar e transmitir dados em tempo real de qualquer ponto para qualquer ponto do planeta e o futuro da internet ainda reserva muito outros avanços para a humanidade.

Veículos autônomos e cirurgias à distância serão possíveis num futuro não muito distante, graças à união da informática e da robótica e o avanço e complexidade de redes de internet, como a tecnologia 5G, que atualmente é alvo de disputas entre a China e os Estados Unidos.

A portaria remota, portanto, nada mais é do que um dos resultados e uma das possibilidades viáveis graças ao desenvolvimento dos sistemas de comunicação. Logo, é uma tecnologia que deve ser aproveitada para o benefício de todos.

Portaria remota com links mais eficientes de comunicação

A pergunta que não quer calar é: mas e se a internet falhar, como ficam os serviços da portaria remota? Uma questão, aliás, muito coerente, porém previsível e que já foi solucionada.

Para evitar transtornos ou falhas, a portaria inteligente (e esse nome não é por acaso) conta com diferentes links de comunicação, pois caso um deles falhe, há outros que impedem que o sistema deixe de funcionar corretamente.

Conheça-os mais perto:

  • Internet banda larga: 2 links

Para evitar possíveis falhas das operadoras de internet, cada edifício conta com dois links de banda larga provenientes de operadoras diferentes, assim, caso uma falhe, a outra é automaticamente acionada;

  • Link ponto a ponto

Outra tecnologia empregada é a conhecida como link ponto a ponto, que permite que uma grande quantidade de dados possa trafegar entre o condomínio e a central de controle da portaria inteligente numa rede privada, uma intranet.

O acesso é realizado através de uma rede de fibra óptica, unidades interligadas, conexão totalmente segura e de baixa latência, o que permite o tráfego de vídeo, streaming, áudio e dados em grande escala, tudo por meio de uma rede privada (VPN ou Virtual Private Network);

  • Geradores e nobreaks

Em caso de queda de energia, o sistema conta com geradores e nobreaks capazes de garantir o funcionamento de todo sistema por até 4 horas: abertura e fechamento de portões, cancelas e catracas, funcionamento de interfones, câmeras, alarmes, botões de pânico, leitores, etc.

Por fim, caso a falta de energia persista por mais de 4 horas, um porteiro é enviado ao local para realizar os serviços até que a situação se normalize, logo, o condomínio e seus moradores nunca ficam sem assistência;

  • Falhas técnicas

Se o uso dos softwares e da ligação por internet não é mais um problema, você pode estar se perguntando quanto a falhas no funcionamento dos equipamentos físicos e de controle de acesso, porém não é preciso se preocupar caso você conte com uma boa prestadora de serviço.

A Folk Portaria Remota oferece assistência técnica a qualquer momento, além disso, possíveis falhas são evitadas com a manutenção periódica dos equipamentos que, aliás, já é prevista em contrato.

Os problemas dos links normais para a portaria remota

Usar um link normal, ou seja, que depende de uma única ligação, como apenas internet ou intranet, é um grande erro, pois em casos de falha, o condomínio ficará desassistido e vulnerável.

Por isso, o mais indicado é combinar diferentes links, como os já demonstrados, para garantir a total funcionalidade do sistema independente de qualquer intercorrência e assim oferecer um serviço mais moderno e eficiente.

Portaria remota – Mais segurança e facilidades

Como ficou claro, não há o temer quanto aos níveis de segurança da portaria inteligente, afinal, mesmo os problemas mais complexos já foram previstos e sanados de antemão.

Por isso, moradores e síndicos podem ficar despreocupados, afinal, além do sistema implementado no edifício, eles contam com o aplicativo exclusivo da Folk Portaria Remota, que permite:

  • Acionar portões e cancelas;
  • Visualizar câmeras;
  • Reservar espaços de uso comum, como churrasqueira e salão de festas;
  • Enviar mensagens;
  • Receber alertas de portas deixadas abertas;
  • Verificar relatórios de acessos e muito mais.

Tudo com muita praticidade e literalmente na palma da mão, o que significa mais autonomia do edifício e controle para os condôminos e síndicos.

Especialista em portaria inteligente

Destaque pela excelência dos serviços prestados, a Folk Portaria Remota é a empresa mais atuante em Curitiba e destaque por seu excelente atendimento e assistência prestada a moradores e administradores de condomínios.

Sua equipe é especializada, treinada e está sempre disponível para sanar dúvidas e oferecer as melhores soluções para o seu condomínio, afinal, o sistema é automatizado, porém, por trás das máquinas, há pessoas reais monitorando e salvaguardando os moradores.

Por isso, a Folk Portaria Remota é a mais indicada para implantação do sistema de portaria inteligente e conta com equipamentos modernos e diferenciados que são facilmente adequados aos mais variados estilos de condomínios horizontais e verticais.

SAIBA MAIS SOBRE PORTARIA REMOTA